Escolha sua rádio favorita
Rádio on-line!
Manhã Demais
Lino Inácio
Superior Tribunal de Justiça manda soltar ex-deputado João Pizzolatti
Geral | 09/10/2019 08:34 | G1 | Fotos:

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) mandou soltar o ex-deputado federal de Santa Catarina João Alberto Pizzolatti. Ele precisará cumprir medidas cautelares impostas pela Justiça. O julgamento ocorreu na tarde desta terça-feira (8).

A decisão com os motivos da determinação da 6ª Turma do STJ ainda não foi publicada. O advogado de Pizzolatti, Michel Saliba, afirmou que o ex-deputado deve ser solto na quarta (9). Atualmente, o réu está preso no Presídio Regional de Blumenau, no Vale do Itajaí. A decisão do STJ foi unânime.

O STJ informou que ele precisará cumprir as seguintes medidas cautelares: apresentação a cada dois meses em juízo, proibição de mudar de domicílio sem autorização judicial, suspensão do direito de dirigir e internação em clínica de tratamento psiquiátrico e alcoólico.

Na quinta-feira (3), a 1ª Vara Criminal de Blumenau determinou que ele será julgado em júri popular. Pizzolatti é réu por tentativa de homicídio, referente a um acidente de trânsito em dezembro de 2017. A defesa do ex-deputado informou que vai recorrer. Nessa decisão, a 1ª Vara Criminal também havia determinado que ele deveria permanecer preso.

Em dezembro de 2017, o carro dirigido por Pizzolatti invadiu a pista contrária na SC-421 em Blumenau e atingiu dois automóveis. Na época, ele admitiu que estava bêbado. Um homem ficou gravemente ferido e precisou fazer 11 cirurgias, após ter sofrido fraturas e queimaduras de segundo e terceiro graus. Testemunhas relataram que o ex-deputado transitava em zigue-zague pela pista antes da colisão.

 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
Publicidade
Rua Curt Hering, 665 - Sala 103 - Centro - Presidente Getúlio - CEP: 89150-000 - 3352-0505 - Fone/Fax: 3352-0505 - E-mail: comercial@radio1079.fm.br
Rádio 107.9 FM, Todos os Direitos Reservados.