Escolha sua rádio favorita
Rádio on-line!
Misturadão da Demais
Fábio Jr. Kaleski
Possível escalação irregular pode tirar o acesso de time na Série B.
Futebol | 04/12/2018 06:50 | futebolinterior | Fotos:

A torcida recebeu uma notícia que caiu quase como uma bomba no Goiás. De acordo com informações, o clube atuou toda a Série B do Campeonato Brasileiro com um jogador irregular. O lateral esquerdo Ernandes Dias Luz, de São Félix do Araguaia, no Mato Grosso, teria falsificado sua certidão de nascimento. Com isso o time de Goiânia pode perder o acesso à Série A, entregando a vaga para Ponte Preta.

Segundo as informações detalhadas, Ernandes nasceu no dia 11 de novembro de 1985 e tem sua certidão autenticada em São Félix do Araguaia, no Mato Grosso – documento confirmado pelo 2º Cartório da cidade. Mas há também outra certidão de nascimento do dia 11 de novembro de 1987 e que foi usada pelo jogador como original.

No Boletim Informativo Diário da CBF, Ernandes Dias Luz nasceu no dia 11 de novembro de 1987, ou seja, como consta no segundo documento – que ainda não teve constatada sua originalidade. Se a certidão de nascimento foi realmente falsificada, tanto o jogador, quanto o clube podem ser punidos pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva como prevê o Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

A infração está descrita no Artigo 214, que diz: “incluir na equipe, ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar de partida, prova ou equivalente”. A punição é prevista é a “perda do número máximo de pontos atribuídos a uma vitória no regulamento da competição, independentemente do resultado da partida, prova ou equivalente, e multa de R$ 100,00 a R$ 100.000,00 (cem mil reais).

Se for condenado, o clube pode perder todos os pontos conquistados com Ernandes em campo – ele jogou 31 jogos na Série B. Para que o processo seja aberto algum time rival precisa denunciar os goianos ou então a Promotoria do STJD precisa entender que há infração e ela mesma abre o processo contra o Goiás.

Dois clubes estão interessados na possível infração do Goiás. Quinta colocada na Série B, a Ponte Preta fechou o ano empatada em números de pontos com o clube goiano, quarto colocado, mas atrás pelo número de vitórias: 18, contra 16. Por isso, caso seja realmente punido pelo STJD, o time de Campinas poderia comemorar o acesso tardio para a primeira divisão, mesmo que saia dos tribunais.

Outro que acompanha distante as denúncias do repórter Pedro Orioli é o Paysandu, que fechou a Série B na 17ª posição, com 43. Se o Goiás perder os pontos disputados com Ernandes em campo cairia direto para a zona de rebaixamento, salvando o clube paraense de disputar a Série C em 2019. As possibilidades ainda são remotas e depende de uma análise da promotoria do STJD.

 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
Publicidade
Rua Curt Hering, 665 - Sala 103 - Centro - Presidente Getúlio - CEP: 89150-000 - 3352-0505 - Fone/Fax: 3352-0505 - E-mail: comercial@radio1079.fm.br
Rádio 107.9 FM, Todos os Direitos Reservados.