Escolha sua rádio favorita
Rádio on-line!
MANHÃ DEMAIS
Lino Inácio
Ibiramense Felipe dos Santos é campeão da Libertadores no Futsal.
Esporte | 02/05/2018 08:51 | g1 | Fotos:

2018 é o ano do hexa. Por enquanto, ao menos, para o Carlos Barbosa. O time gaúcho venceu o Joinville e conquistou pela sexta vez o título da Libertadores da América de Futsal. Com a arena de Carlos Barbosa lotada, o time da casa foi eficiente na defesa e competente no ataque para fazer 4 a 1, com gols de Douglinha, Valério, Lé e João Salla. Leandro Caires ainda descontou para o JEC no minuto final. Antes, o time gaúcho havia levantado os títulos em 2002, 2003, 2010, 2011 e 2017.

A conquista aconteceu de forma invicta e com 100% de aproveitamento. Na primeira fase, Carlos Barbosa venceu Boca Juniors-ARG, CRE-BOL e Colo-Colo-CHI. Nas quartas de final, o time gaúcho despachou o Nacional-URU, passou pelo Cerro Porteño-PAR na semifinal e foi impiedoso com o atual campeão da Liga Nacional de Futsal na decisão. A ACBF ainda ganha uma vaga no mundial de clubes. Faz parte do elenco campeão, o Ibiramense, Felipe dos Santos, camisa 33. Amigos, familiares e admiradores, se manifestaram através das redes sociais, parabenizando o jogador.

Já Joinville, que passou na semifinal pelo Sorocaba em uma virada incrível após perder a primeira etapa, fica com o vice-campeonato e ainda permanece sem títulos da Libertadores.

O jogo

A decisão começou de forma dura. Os dois times se estudaram bastante e abusaram da marcação forte. A primeira chance saiu com Bruno Souza. Mithyuê também tentou pela ACBF. O gol só saiu mesmo depois da metade da primeira etapa: Valdin deu passe açucarado para Douglinha abrir o placar, explodindo a torcida no ginásio.

Na segunda etapa, o JEC passou a se soltar mais. Defensiva, a ACBF esperava um momento para o contra-ataque. E na arrancada de Valério – contando com uma forte contribuição do goleiro –, Carlos Barbosa ampliou, a 13 minutos do fim.

Com tempo no relógio, Vander Iacovino parou o jogo a 6 minutos do fim e apostou em Thiaguinho como goleiro-linha. A pressão aumentou, mas Carlos Barbosa resistiu e praticamente matou o jogo no contra-ataque: Lé tabelou com Marlon, recebeu de volta e apenas empurrou para fazer o terceiro: 3 a 0.

Nem mesmo o goleiro Gian Wolverine jogando no sacrifício mudou a sorte do Joinville, que cometeu a sexta falta e ainda viu a ABCF ampliar com João Salla, no tiro livre. Caires ainda descontou, mas não impediu a festa gaúcha pelo sexto título da Libertadores.

Um pouco antes da decisão, Sorocaba e Cerro Porteño fizeram uma partida de tirar o fôlego e de 11 gols para definir o terceiro colocado. Contando com três gols de Rocha, um de Eder Lima, um de Sacon e outro de Rodrigo, o time brasileiro venceu por 6 a 5 e faturou o bronze.

Sem Falcão, os sorocabanos saíram na frente na primeira etapa com um hat-trick de Rocha, enquanto Arriaga anotou para o Cerro. Ainda deu tempo para Eder Lima ampliar e o time paraguaio descontar: 4 a 2.

Na segunda etapa, Rodrigo ampliou para 5 a 2, dando a impressão de que Sorocaba mataria o jogo com tranquilidade. Só que Martinez descontou logo em seguida. Sacon ainda fez o sexto para os sorocabanos. Martinez e Richard ainda tiveram tempo para descontar, colocando emoção na partida, mas sem tirar o bronze da equipe brasileira.

 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
Publicidade
Rua Curt Hering, 665 - Sala 103 - Centro - Presidente Getúlio - CEP: 89150-000 - 3352-0505 - Fone/Fax: 3352-0505 - E-mail: comercial@radio1079.fm.br
Rádio 107.9 FM, Todos os Direitos Reservados.